Fim da integração no TTU prejudica passageiros em Foz do Iguaçu


 A empresa Único Foz, operadora do cartão de bilhetagem eletrônica do transporte coletivo de Foz do Iguaçu, anunciou, nesta segunda-feira (26), que não haverá mais integração (troca de ônibus sem pagar por uma segunda passagem) para quem paga a tarifa em dinheiro.

Atualmente, passageiros que não utilizam o Cartão Único podem fazer a troca de ônibus no Terminal de Transporte Urbano (TTU), no Centro da cidade, entrando pelas portas de trás e sem precisar desembolsar outros R$ 3,75.

A partir de 09/09, no entanto, o terminal deixará de ser integrado e todos os passageiros serão obrigados a entrar pela porta da frente.

Para pegar um segundo ônibus, o passageiro terá de pagar mais R$ 3,75 ou fazer o cartão de bilhetagem eletrônica, que possibilita, desde 2011, a troca de ônibus fora do terminal, mas somente no intervalo de 60 minutos desde a primeira passagem pela roleta (Atualização: segundo Fernando Maraninchi, diretor-superintendente do Foztrans, está em análise a ampliação do tempo de integração para 90 minutos).

"O pagamento em dinheiro continua valendo, mas o benefício da integração só é possível com o cartão Único", afirma a operadora do cartão, em comunicado difundido à população por meio de sua página na rede social Facebook.

A medida, que afeta também os turistas que visitam a cidade, além de paraguaios e argentinos que não contam com o Cartão Único, está gerando duras críticas nas redes sociais. Entre 45% e 40% das viagens feitas diariamente nos ônibus de Foz do Iguaçu são pagas com dinheiro.

As informações são da Rede Comunicadora Iguassu.

Foto: Divulgação/Único Foz