STF decide adiar definição de regras das alegações finais de réus delatados e delatores


 O Supremo Tribunal Federal (STF) informou na noite desta quarta-

feira (2) que foi adiado o julgamento que definirá em quais situações
pode haver anulação de sentenças de processos em que há réus
delatores e delatados.
O julgamento estava previsto para a sessão desta quinta (3). Não
há nova data para apreciação do tema.
Nesta quarta, os ministros decidiram por 7 votos a 4 que as
alegações finais de réus delatores têm de ser apresentadas antes
das alegações dos réus delatados, a fim de se assegurar o amplo
direito de defesa.
Nos processos da Operação Lava Jato, delatados e delatores
apresentaram as alegações ao mesmo tempo, o que, em tese, pode
levar à anulação das sentenças.
Segundo o STF, o julgamento foi adiado porque ministros faltarão à
sessão desta quinta, e o presidente do Supremo, Dias Toffoli,
entende que, para a análise desse caso, o Supremo precisa ter
composição completa.
 
Informações e imagem: G1