Vídeos mostram flagrante de pagamento de propina envolvendo empresa e secretário de obras de Missal


 Um flagrante de pagamento de propina envolvendo uma empresa e o Secretário Municipal de Obras, Urbanismo e Transportes de Missal, no oeste do Paraná, foi registrado pela Polícia Civil.

Nas imagens é possível ver que, na entrada de Missal, um carro é parado pelos policiais. Dentro do veículo está Cleverson Jair Falabretti, funcionário da Engematsu, empresa que fornece peças e faz manutenção de máquinas pesadas para várias prefeituras da região oeste.

 

Ao vasculhar o carro, os policiais encontram uma caixa com R$ 5 mil. Para a polícia, ele diz que o dinheiro é para "despesas de viagem".

 

O funcionário é liberado, mas continua sendo monitorado dentro de uma investigação autorizada pela Justiça e conduzida pelo Núcleo de Foz do Iguaçu, também no oeste do estado, da divisão de combate à corrupção da Polícia Civil.

 

Instantes depois, Falabretti é gravado de novo, já no estacionamento da Prefeitura de Missal onde espera o secretário de obras da cidade Pedro Jucelino da Rosa.

 

O secretário pega a caixa, conversa por alguns segundos e vai embora. Para a polícia, a caixa é a mesma encontrada antes pelos policiais e o dinheiro é propina.

 

Informações: G1 Paraná

 
Foto: Divulgação/Polícia Civil