Empresas propõem pagar até 15% de arrecadação para exploração turística do Parque Vila Velha


 Três empresas interessadas na concessão do Parque Estadual de Vila Velha, em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná, se propuseram a pagar até 15% da arrecadação para exploração turística da unidade. Os envelopes com as propostas foram abertos nesta quarta-feira (23), em Curitiba.

 

O parque será o primeiro do estado com atividades turísticas exploradas pela iniciativa privada. A empresa vencedora foi escolhida com base na apresentação do maior percentual de repasse mensal ao Estado sobre a receita bruta operacional. As propostas apresentadas foram:

1.   Eco Parques do Brasil S/A: 15,20% de repasse mensal;

2.   Priscila Scheffer Dias – Turismo Eireli: 11,70% de repasse mensal;

3.   Urbanes Empreendimentos Eireli: 11,10% de repasse mensal.

 

O repasse mínimo estipulado pelo edital era de 9%.

 

Conforme o governo, a escolha levou em consideração o Plano de Negócios e Plano Econômico das empresas. Pelas propostas, a Eco Parques do Brasil S/A foi eleita vencedora de forma preliminar.

Após a abertura dos envelopes, haverá o julgamento dos documentos de qualificação, de acordo com o governo. Outras empresas que participaram do processo ainda podem apresentar recurso.

 
Contrato

No edital de concorrência, o governo estimou o valor do contrato em R$ 9,8 milhões.

O montante, conforme o documento, é equivalente aos investimentos mínimos e obrigatórios que devem ser feitos pela concessionária durante a vigência do contrato.

 
Informações: G1 Paraná

Foto: Wesley Bischoff/G1 PR