Katy Perry é processada em R$ 600 mil por publicar foto de si mesma feita por um paparazzi


 Katy Perry parece ter arrumado uma baita dor de cabeça envolvendo a justiça. A cantora está sendo processada em 150 mil dólares por ter publicado uma foto de si mesma no Instagram, feita por um paparazzi, no Halloween de 2016.


A agência Backgrid, responsável pelo trabalho do fotógrafo, alega que a artista infringiu uma lei de direitos autorais dos EUA, e que já havia entrado em contato com seus representantes várias vezes, desde 2017, para que efetuassem o pagamento de licenciamento da foto.

Na imagem, publicada em outubro de 2016, Katy aparece vestida como Hillary Clinton, ao lado de um amigo e de seu marido, o ator Orlando Bloom, que também estavam fantasiados de Bill Clinton e de uma caricatura do presidente Donald Trump, respectivamente.

A cantora, que ainda não comentou a ação, aberta nesta terça-feira (29), não é a primeira celebridade a ser processada por este motivo. Nomes como Ariana Grande, Jessica Simpson, Justin Bieber, Khloe Kardashian e a modelo Gigi Hadid também já tiveram que lidar com esse tipo de situação na justiça.

 
Informações: Vagalume