Doze mortes são registradas nas rodovias estaduais e federais no Paraná no feriadão de Ano Novo


 Doze mortes foram registradas nas estradas estaduais e federais no Paraná durante o feriadão de Ano Novo. Houve registro de 192 acidentes e 245 feridos. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (2) pela Polícia Rodoviária Estadual (PRE) e pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

 

A maior parte das mortes ocorreu em rodovias estaduais. Foram oito óbitos entre a tarde de sexta-feira (27) e a manhã de ontem. As BRs registraram quatro mortes entre o sábado (28) e a quarta-feira (1º).

 

Nas PRs houve aumento de 21,7% na quantidade de acidentes e de 12,3% no número de feridos no comparativo com a operação anterior, quando teve uma morte a mais. Porém, é preciso considerar que desta vez a operação durou sete dias - um a mais do que entre 2018 e 2019.

 

Já nas rodovias federais, o número de mortes caiu 43% do que na virada de ano anterior - quando sete pessoas morreram. Os acidentes tiveram redução de 13%, e a quantidade de feridos caiu 26,5%.

 
Embriaguez ao volante

Durante o feriadão de Ano Novo, 30 motoristas foram presos por dirigir sob influência de álcool nas rodovias estaduais e federais no Paraná. Desses, 18 estavam em PRs e 12 em BRs.

 

No total, 154 motoristas foram multados depois do teste do bafômetro, sendo 111 em rodovias federais e 43 em estaduais.

 

Além da multa de R$ 2.934,70 e da suspensão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) por 12 meses, o motorista será processado pelo crime de embriaguez ao volante, que tem uma pena de detenção de seis meses a três anos.

 

“As pessoas descem ao Litoral, ingerem álcool e insistem em dirigir, por isso, foi a infração que apareceu com número mais significativo. Essa conduta é infratora e, às vezes, criminosa”, afirmou o tenente-coronel da PRE Olavo Vianei Francischetti Nunes.

 
Informações: G1 Paraná
 

Foto: Valdenir Lima/Rádio Vicente Pallotti