Joey Kramer é impedido pela justiça de tocar com o Aerosmith no Grammy Awards


 O clima no Aerosmith anda bastante conturbado. O baterista e membro fundador da banda, Joey Kramer, processou o próprio grupo na semana passada, alegando que, após ficar um tempo afastado por conta de um problema físico temporário, os outros quatro integrantes estavam impedindo que ele participasse das performances no Grammy e no MusiCares neste fim de semana, onde os roqueiros serão homenageados com o prêmio de "Personalidade do Ano".


No entanto, segundo o site TMZ, um juiz de Massachusetts, nos EUA, decidiu contra o baterista na ação, afirmando que Joey não tem um argumento convincente o suficiente para tocar com os companheiros nessas performances, concordando com a posição do Aerosmith de que o músico não estaria apto a se apresentar pelo tempo que ficou afastado.

"Considerando que ele não toca com a banda há seis meses e a falta de tempo disponível para os ensaios antes das próximas apresentações, Kramer não mostrou um plano de ação alternativo suficientemente realista para proteger os interesses comerciais da banda", diz o documento.

Ainda de acordo com o artigo, Kramer, que alega estar sendo impedido de participar de um evento único na história do Aerosmith, afirma também que o grupo teria exigido que ele fizesse um teste em seu retorno para seguir com os shows da residência em Las Vegas, na intenção de verificar se ele estaria em um nível realmente apropriado para tocar.

Na última terça-feira (21), o TMZ publicou um vídeo mostrando o baterista sendo barrado nos ensaios do último fim de semana. Na gravação, Joey é impedido de entrar no estúdio por dois seguranças que afirmam ter recebido ordens dos outros integrantes.

 
Informações: Vagalume